APAE prestigia colaboradores da Credicitrus com apresentao da fanfarra em Gara, SP

APAE prestigia colaboradores da Credicitrus com apresentação da fanfarra em Garça, SP

Alunos da APAE receberam o apoio da Ação Social Cooperada para a aquisição de instrumentos musicais

Assim como diz o nosso lema, “Pessoas passam, ações ficam”. De certa forma, este lema representa a importância que cada um dos cooperados da Credicitrus e da Coopercitrus têm nos projetos que apoiam através da Ação Social Cooperada. São milhares de rostos e histórias, com objetivos de vida diferentes que indiretamente se unem em prol de um bem maior: praticar ações que farão a diferença na vida do outro. E que diferença!

Para contemplar o apoio que recebeu da Ação Social Cooperada, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, a APAE, de Garça, SP, realizou uma grande surpresa para os colaboradores da unidade da Credicitrus no município.

Por meio do Programa de Parcerias 2018, a APAE de Garça foi uma das instituições selecionadas para receber os investimentos da Ação Social Cooperada em um projeto de aquisição de instrumentos musicais para a fanfarra, que é de responsabilidade dos próprios alunos!

Com o projeto aprovado e com as aquisições feitas, a equipe da APAE se organizou para preparar uma surpresa em agradecimento a boa ação das cooperativas. No dia 23 de agosto os colaboradores da Credicitrus tiveram a atenção tomada com muito barulho (e dos bons!) pela fanfarra da APAE, que foi até o Posto de Atendimento da Credicitrus em Garça dar prestígio aos nossos colaboradores pelo apoio e pela diferença que estamos fazendo em suas vidas.

Eram 30 alunos, cada um acompanhado de seu instrumento musical e todos alinhados para fazer um grande show aos colaboradores. Estavam presentes também a professora da fanfarra, Aline Aparecida Neves, o diretor administrativo Antônio Carlos Sialho, a assistente social, Simone de Souza, a coordenadora pedagógica Eliane Chekerdenian, o presidente da APAE, Nilson Bataglia e as crianças da Escola Municipal Hilmar Machado, que auxiliaram no processo de ensino dos alunos da APAE a tocar os instrumentos.

A gerente da filial, Thais Prado Ferrari, se emociona ao lembrar: “Não há nada mais gratificante para nós do que constatarmos que nossa missão vai além de atender bem nossos cooperados e proporcionar-lhes boas oportunidades de negócios. Temos também a capacidade de gerar desenvolvimento social e cultural para nossas comunidades e essa, sem dúvida, é uma das faces mais nobres de nosso trabalho e uma prova da preocupação da Credicitrus com a sustentabilidade”.

(População e colaboradores surpresos com a performance da APAE de Garça) 

A conquista para a APAE vai muito além do que se imaginava. Segundo Simone de Souza, assistente social da instituição, há algum tempo eles haviam recebido o empréstimo de alguns equipamentos de segunda mão para somar com os instrumentos que já existiam na instituição e que foram reformados. Entretanto, a instituição que havia tido o ato solidário solicitou os instrumentos de volta, para retomar as atividades de sua própria fanfarra.

Sendo assim, o apoio da Ação Social Cooperada veio no momento certo! Com a aquisição de novos instrumentos, os antigos puderam ser devolvidos aos donos e a APAE pôde continuar o seu trabalho, contemplando através de sua ação os alunos que se envolvem no projeto. Simone ainda diz que não se trata somente do tocar, mas sim da melhora que os instrumentos trazem para vários aspectos físicos e mentais dos alunos: “No dia a dia acabamos por limitar pessoas que já vivem com limitações. E quando permitimos que eles entrem em ação, permitimos que eles tenham maior sociabilidade, otimizem o que conhecem por companheirismo, gerem mais desenvoltura. Quando damos possibilidades de aprendizado, eles conseguem ultrapassar as dificuldades. Eu mesma fui convidada para participar da fanfarra junto com os alunos e não consegui tocar uma nota sequer nos instrumentos, enquanto alguns, em poucas aulas aprenderam tudo o que conseguiram apresentar em frente ao pessoal da Credicitrus”, ela diz. 

Questionada sobre a motivação de toda a equipe da APAE para fazer o momento acontecer, Simone revela: “Em uma rotina dificultosa, todas as vezes que angariamos recursos para alguma ação, nós procuramos comprovar o que foi feito. E com a Credicitrus pudemos comprovar não só de forma material, mas sim, fazer com que eles vejam para o que todo o apoio está servindo”.

Esta é mais uma prova do que uma rede do bem pode fazer. Voltando ao nosso lema que diz que as pessoas passam e as ações ficam, fica claro o quanto podemos ser úteis mesmo de forma indireta. Se você é um colaborador, cooperado ou instituição parceira da Ação Social Cooperada, saiba do seu importante papel no trabalho que realizamos em conjunto e também da sua grande capacidade de fazer coisas boas pelo mundo!

Estas são apenas algumas das milhares de vidas que estamos mudando todos os anos. Vidas que estão sendo protagonistas de reviravoltas, que com certeza mudarão o rumo de vários caminhos para um lugar melhor.

Parabéns à APAE de Garça, aos nossos colaboradores do município e a você que faz questão de acompanhar os feitos da Ação Social Cooperada!