Lixo orgnico pode gerar bons negcios

Lixo orgânico pode gerar bons negócios

        Quando se fala em reciclagem de resíduos sólidos, a primeira ideia que vem à mente é a de reaproveitamento de vidro, latinhas de alumínio, restos de papel e papelão, garrafas PET e outros artigos de plástico. Raramente alguém pensa nas oportunidades que estão ocultas no lixo orgânico, composto principalmente por cascas e sementes de frutas e legumes, folhas de verduras, flores murchas, ossos, cascas de ovos, pó de café e sobras de alimentos em geral.

            O volume desse material não é nada desprezível: das 250 mil toneladas de resíduos sólidos produzidos diariamente no Brasil, 52% (ou seja, 130 mil toneladas) são de lixo orgânico, que é depositado em aterros sanitários, contribuindo todos os dias para a degradação ambiental.

            Um remédio para esse quadro é a compostagem, técnica utilizada há mais de 5 mil anos pelos chineses. Consiste na decomposição da matéria orgânica por micro-organismos e pequenos invertebrados que, na presença de umidade e oxigênio, se alimentam dela e, após digeri-la, devolvem à natureza os nutrientes que a compõem.

            Desse modo, transformam lixo em adubo. E este pode ser utilizado com vantagem por agricultores de qualquer porte, melhorando as propriedades do solo e contribuindo para o aumento da produtividade das lavouras, além de proporcionar ganhos ambientais, como melhoria da drenagem do solo e redução da necessidade de aplicação de fertilizantes e defensivos químicos.

            Portanto, trabalhar com compostagem pode ser uma oportunidade de negócio para instituições sociais, em especial as que atuam próximas a regiões agrícolas.

Quer saber mais?

            O portal Resíduos Sólidos traz informações técnicas detalhadas sobre esse tema, além de casos de sucesso que podem proporcionar boas ideias às entidades que tiverem interesse em desenvolver ações nessa área. Também vale a pena conhecer o exemplo de uma empresa fundada em 2015, no Rio de Janeiro, por um jovem engenheiro ambiental: a Ciclo Orgânico, cujo trabalho tem sido frequentemente focalizado pela mídia.