Mas afinal, o que  empreendedorismo social?

Mas afinal, o que é empreendedorismo social?

Ele é possível? Temos exemplos concretos de sucesso? Sim!

Empreender é uma palavra poderosa, nos remete a fazer acontecer e impulsiona a vida e faz a economia girar. Mas hoje viemos mostrar para você outra vertente desse conceito: o Empreendedorismo Social.

O nome é bem sugestivo: O empreendedorismo social tem como objetivo produzir serviços e produtos que beneficiem diretamente a comunidade, especialmente as pessoas em situação de risco social. Iniciativas como essa podem ter a forma de projetos, gerando empregabilidade; ou podem ser aderidas por organizações do terceiro setor como geração de renda, auxiliando no pagamento das contas e na sustentabilidade da instituição.

 Falando assim, na teoria, o empreendedorismo social até parece algo complicado de ser colocado em prática e, principalmente, ser mantido. Mas nós, da Ação Social Cooperada, viemos mostrar o contrário. Por meio da Credicitrus e da Coopercitrus, presenciamos ao longo destes 14 anos a ousadia de diversas instituições em gerar os próprios recursos. E várias dessas iniciativas se mantém fortes até hoje.

Há um tempo contamos histórias de sucesso localizadas na cidade de São Manuel, SP. Reunimos mais alguns exemplos para inspirar você a tomar uma decisão junto à sua instituição ou comunidade. Papel e caneta na mão e confira!

Renda e alimentação saudável

A instituição da qual você faz parte tem uma área ao ar livre? Já pensou em ter uma horta? Implantar um projeto inteligente para produção de vegetais? Essa pode ser uma grande ferramenta por alguns motivos: alimentos frescos e orgânicos para servir aos atendidos, venda do excedente que gera renda e a possibilidade de uma atividade cheia de aprendizado para agregar à rotina.

A Associação Beneficente Alda Miranda Matheus (AMMA) de Pirassununga, SP; e a Escola Maria Fernanda Piffer, de Bebedouro, SP; nos surpreendem com suas produções. São diversos vegetais plantados em sistema de aquaponia e horta tradicional que se transformam em refeições deliciosas para a criançada, que também se envolve nos cuidados com as hortas, aprendendo sobre os processos e garantindo uma consciência promissora sobre sustentabilidade. Vem ver de pertinho como funcionam essas iniciativas, clique aqui.

Quem também agregou mais saúde à alimentação e mais desenvolvimento aos seus atendidos é a APAE de Barretos, SP. Mas quem conta essa história não somos nós, mas a educadora especial Adriana Queiroz, que nos enviou esse relato comovente. Clique aqui para ver!

Além de enriquecer a qualidade de vida dos beneficiados, o pessoal da ENACTUS/USP, de Pirassununga, SP; possibilitou à Fraternidade Emaús, que atende dependentes químicos, um empreendimento próprio. O excedente de vegetais cultivados na instituição pode ser vendido à comunidade, revertendo o valor para a manutenção do espaço e do projeto. O mais legal é a simplicidade da ideia: o sistema de irrigação construído pela ENACTUS é feito com pregos, canudos e arames. A criatividade é o foco, clique aqui para saber mais!

Sustentabilidade e negócios

Algumas instituições apoiadas pela Ação Social descobriram a fórmula do sucesso para construir um empreendimento social rentável e exemplar. E elas compartilharam todo esse conhecimento com a gente.

Costurar roupas e futuros? A Associação de Deficientes Físicos de Penápolis (Adefipe), SP; e o Ateliê Sonho de Adélia, da Oficina das Meninas, de Araraquara, SP; são especialistas nisso. As duas instituições contaram para a gente aqui que, percebendo que as famílias dos atendidos, na maioria das vezes, não tinha formação nem emprego fixo, ofereceram cursos e até espaços para que estas pessoas pudessem trabalhar. Renda tanto para a instituição, quanto para quem mais precisa!

E a Yougreen – Cooperativas de Catadores, localizada na grande São Paulo, nos mostra como ideias bem construídas geram renda, reduzem impacto e alavancam pessoas: um sonho de sustentabilidade que é possível! O Roger, diretor da iniciativa, nos conta como construir um empreendimento social nestes moldes. Saiba mais.

Empreender pela comunidade é viável e muitas parceiras da Ação Social Cooperada nos mostram as infinitas possibilidades. Esperamos que essas iniciativas tenham te inspirado a começar, como nos inspiram pela ousadia. Conta para a gente qual projeto achou mais a cara da sua instituição, e compartilhe esse artigo com seus colegas de trabalho. Quem sabe essa promissora semente plantada, não germine grandes frutos para melhorar a vida dos atendidos da sua instituição. Tenha a certeza de que estamos aqui com você!