Qual o tamanho do bem-estar? Para o Lar do Idoso de Bebedouro  do tamanho de um pavilho

Qual o tamanho do bem-estar? Para o Lar do Idoso de Bebedouro é do tamanho de um pavilhão

O Centro de Integração do Idoso tem um objetivo nobre e foi apoiado pela Ação Social Cooperada.

           Muito além de oferecer o essencial, as chamadas Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPI) tem o objetivo de oferecer carinho, respeito e pleno bem-estar aos atendidos. Embora as dificuldades surjam de todos os lugares, as vitórias vêm grandiosas, como no Lar do Idoso Servas do Senhor, de Bebedouro, SP.

        Com diversas formiguinhas sonhando e trabalhando – incluindo nós, da Ação Social Cooperada – a instituição inaugurou, em março, seu Centro de Integração do Idoso, que leva o nome do idealizador, Monsenhor José Figuls.

Centro de Integração possui salas de Fisioterapia, Podologia e Terapia Ocupacional.

            Em 1988, o sacerdote decidiu mobilizar os moradores e, tijolo por tijolo, construiu a instituição, cujo terreno foi doado por um tradicional médico da cidade, o doutor Ricardo Dias de Toledo. Embora os fundadores não estejam mais aqui conosco, as atividades seguem com os seus ideais, como a frase que o Monsenhor José sempre dizia: “A fé é o fundamento da esperança e a certeza daquilo que não se vê”.

            O Centro de Integração, conectado às dependências da instituição, é amplo, bem iluminado e totalmente acessível, e possui uma missão bem especial: melhorar a saúde física e mental dos 34 acolhidos, através dos atendimentos de Fisioterapia, Podologia e Terapia Ocupacional, além de possibilitar momentos de formação aos colaboradores, voluntários e familiares. Assim como a construção do Lar, a realização deste pavilhão contou com muito engajamento, sendo fruto do apoio da Ação Social Cooperada, através do Programa de Parcerias, e a ajuda de outras empresas parceiras da cidade.

            “Queremos agradecer, de coração a Ação Social Cooperada por propiciar nos manter em plena atividade. Por anos seguidos, ela vem apoiando nosso trabalho através de projetos fazendo com que o Lar obtenha o aspecto inovado em reformas, pinturas e construções”, agradece o conselheiro fiscal, Marcelo Borduchi, complementado pelo outro integrante do Conselho Fiscal do Lar, Edevaldo Morares: “A colaboração de todos está fazendo parte da nossa história”.

            A presidente da instituição, Irmã Lucimara da Silva, afirma: “Olhar para este centro é enxergar um sonho que não é só meu, mas que envolve o esforço de voluntários, dos colaboradores, diretores, Irmãs. Essa história é construída todos os dias, com cada atendimento, cada cuidado com o idoso. A Ação Social Cooperada faz parte desta história”.

Irmã Lucimara agradece a realização do antigo sonho da instituição.

            O bem-estar, o carinho e o respeito que o Lar do Idoso de Bebedouro dedica aos atendidos, embora seja forte e seguro como um pavilhão, ultrapassa as medidas de uma construção e alcança proporções magníficas, porque respeitam a individualidade de cada um e buscam as melhorias para cada caso. E estes objetivos, por mais utópicos que pareçam, são conquistados a cada dia de diversas formas e com o apoio de diversas mãos, através do engajamento coletivo que já faz parte do DNA da Ação Social Cooperada. Com mais este exemplo, provamos o quanto nossas ações, por mais discretas que pareçam, podem fazer muito, a cada dia.