A AÇÃO SOCIAL COOPERADA AMPLIA ATUAÇÃO NO ESTADO DE SP

18/01/2018

Mais cidades paulistas podem ser beneficiadas com apoio da Sicoob Credicitrus e Coopercitrus.

Querido leitor, temos uma grande novidade! A Ação Social Cooperada chegou aos seguintes municípios do Estado de São Paulo: Agudos, Avaré, Botucatu e Lins. 
Agora, com a presença da Sicoob Credicitrus nessas cidades mais instituições sociais podem ganhar o apoio da Ação Social Cooperada! 
Para estarem aptas ao apoio da Ação Social Cooperada pelo Programa de Parcerias e Sustentabilidade, as instituições precisam realizar o cadastro no site e depois inscrever um projeto que deseja receber o recurso. Vale lembrar que todos os projetos devem seguir as diretrizes do Programa de Parcerias e Sustentabilidade 2018

Para saber mais, confira as regras clicando aqui!

As instituições e projetos cadastrados são avaliados pelo Conselho Gestor da Ação Social, composto por profissionais das Cooperativas Sicoob Credicitrus e Coopercitrus.

O que é a Ação Social Cooperada?
A Ação Social Cooperada representa os Fundos de Investimento Social criados em 2005 pelas cooperativas Sicoob Credicitrus e Coopercitrus. A criação do FIS veio com a intenção das cooperativas de atuarem paralelamente às suas atividades, funcionando como instituições de fomento e apoio ao terceiro setor.
Desde a fundação da Ação Social Cooperada, foram investidos mais de R$13 milhões em projetos sociais de mais de 200 instituições em cerca de 60 municípios, que estão na área de atuação da Sicoob Credicitrus ou da Coopercitrus.

Quais os objetivos da Ação Social Cooperada?
O principal objetivo é dar apoio financeiro a projetos de entidades sociais que sejam legalmente constituídas, tenham sua utilidade pública reconhecida e que atuem na área da educação, independentemente do nível e para os mais variados fins. 
Com isso, temos na nossa bagagem um histórico de entidades que foram apoiadas e beneficiaram crianças e jovens em situação de vulnerabilidade, situações de risco e que estão em áreas mais carentes e menos assistidas pelos poderes públicos de seus municípios. Entidades que acolhem ou dão suporte à terceira idade e pessoas com necessidades especiais também podem receber recursos da Ação Social Cooperada!