Histórias para quem gosta de contar – Roger Koepll em: Jovens Inspiradores

14/11/2019

Quantas histórias emocionantes nosso querido Adalardo Martins, consultor da Ação Social Cooperada, guarda em suas vivências pelas estradas e centenas de instituições que já visitou? Nós temos um palpite: são incontáveis. Ou melhor. Muito contáveis.

No episódio de hoje, o Adalardo nos guiou para conhecer uma fábrica. Não de produtos ou objetos passageiros. Mas de campeões. Gente que faz acontecer. Mergulhe com a gente nessa!

Jovens Inspiradores. Era o título da matéria referente ao Prêmio “Jovens Inspiradores 2011”, promovido pela Veja.com e Fundação Educar. Na reportagem, Roger Werner Koepll um dos quatro finalistas do concurso, falava de seu projeto de criar e desenvolver uma cooperativa de reciclagem para impulsionar o desenvolvimento comunitário e a prática do cooperativismo.

Pouco tempo depois da reportagem, fui para São Paulo para conhecer esse jovem empreendedor, mas o que de fato encontrei foi um coração e uma alma cooperativista. Da minha primeira visita a Roger Koepll e a sua pequena cooperativa, nasceu uma grande amizade, parceira institucional e uma admiração mútua.

Roger é um otimista irrecuperável, um idealista utópico e um cooperativista convicto. Tem insistido em demonstrar que o cooperativismo é uma proposta viável socialmente, economicamente e ecologicamente sustentável. Sua crença nos ideais cooperativista o levou a uma guinada em sua carreira de executivo de uma grande empresa, para os caminhos incertos de “catador de reciclagem”.

Confesso que muitas vezes duvidei da viabilidade de seus projetos cooperativistas. À primeira vista, tudo me pareceu impossível de ser realizado, mas o cooperativista, sonhador e convicto, trabalhou, insistiu, aglutinou pessoas e parcerias, tornando a YouGreen uma referência no cooperativismo e economia circular.

Há meu ver, a maior lição do Roger é a fé no cooperativismo como empreendimento socialmente justo e capaz de desenvolver relações mais solidárias e fraternas numa sociedade desumanizada. Para mim, as vezes ele é um amigo, outras um irmão e um filho, mas sempre um exemplo, de um jovem inspirador e seu mundo reciclável.  

“Estava fora do lugar e eu vivo pra consertar”.

O que está achando dessa série? Nós estamos emocionados e ansiosos pelo próximo capítulo. Fique de olho no nosso blog e nas redes sociais da Ação Social Cooperada. E ah! Compartilhe essa história com alguém que te inspira muito.

Até a próxima.